segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ó beleza! Onde está tua verdade?

Ó beleza ! Onde está tua verdade?
Inicio e titulo este texto com essa sincera frase de Shakespeare porque é resumo do que penso sobre a beleza. Lembro-me quando minha irmã tinha 12 anos e ela disse ter composto "A música", o nome dessa música era "Beleza Transitória". Esse fato foi cômico, ela dizia ser sua obra-prima, era realmente muito bonito o conteúdo. Ela ofereceu pra um amigo que tinha uma banda, ele falou que era legal, então ela disse: - Custa 1000 reais. Foi mega engraçado, e realmente ela estava convencida de que era a melhor música do mundo. Não sei onde foi parar essa música, talvez em alguma gaveta esquecida, mas ainda não é o assunto principal dessa postagem.
Já citei algumas vezes trechos dos livros de Augusto Cury, para mim é quase que inevitável, porque seus pensamentos se encontram com os meus, e por ele ser mais vivido, suas idéias são mais concretas. Depois de Jesus, e o livro sagrado (Bíblia), é quem mais me influencia, com suas idéias que partem também do estudo da vida e inteligência de Cristo.
Num trecho do livro O Vendedor de sonhos, ele fala sobre a evolução da mulher; a mulher conquistou o direito de voto,  começou a brilhar no mundo acadêmico, cresçer no mundo corporativo, se tornou cada vez mais ousada. Com eficiência, começaram a mudar algumas áreas vitais da sociedade, a introduzir tolerância, solidariedade, companheirismo, afeto e romantismo.
Mas o sistema não nos perdoou pela audácia.
Preparou para nós a mais cafajeste e sorrateira das armadilhas. Em vez de exaltar nossa inteligência e notória sensibilidade, começou a exaltar o corpo feminino como nunca antes na história. Usou exaustivamente  para vender produtos e serviços. Aparentemente nos sentimos bem-aventuradas. Parecia que as sociedades modernas estavam querendo compensar milênios de "rejeição". Ingênuo pensamento.
- Quando as mulheres se sentiam no trono do sistema masculino, o mundo da moda nos aprisionou no mais sutil estereótipo!
Hoje em dia vemos várias garotas em luta constante contra a balança. Hoje tive notícia de uma garota de uma cidade visinha, com dezesseis anos que morreu por excesso de ingestão de anabolizantes. Num dos depoimentos, uma das amigas disse como ela era antes, era magrinha, sem muitas curvas, por isso, insatisfeita, começou a malhar, ingerir anabolizantes, teve mudanças na voz, por causa da testosterona.
Nunca encontrei nenhuma mulher que falasse EU SOU BONITA, mas com profunda sinceridade. Mas nos olhamos no espelho e dizemos: - Eu sou mais bonita do que aquela menina ali. Eu sou magrinha, mas acho as gordinhas tem um algo a mais, não falo das gordurinhas, mas uma graça a mais. Muitas vezes me pego insatisfeita com alguma coisa na aparência, mas sei que isso é uma mentira! Sou perfeita, tenho dois braços e pernas, 10 dedos no total, mesmo os que não teem, não devem se inferiorizar, se tem uma coisa que me deixa mais feliz é quando vejo alguém que supera suas limitações, exemplos é o que não falta, é só olhar ao redor.
Creio que como os séculos passados foram marcados por acontecimentos, o nosso século, será lembrado pela extrema exaltação do corpo feminino (isso se Jesus não voltar antes).
Imagem

O Construtor de Pontes

                   

Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado. Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio. Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta.
- Estou procurando trabalho, disse ele. Talvez você tenha algum serviço para mim.
- Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta.
- Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.
O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.
Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho.

Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:
- Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei. Mas as surpresas não pararam ai. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio.

O irmão mais novo então falou:
- Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse. De repente,
num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte.

O carpinteiro que fez o trabalho, partiu com sua caixa de ferramentas.
- Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você. E o carpinteiro respondeu:
- Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...
Já pensou como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos, colegas do trabalho e principalmente nossos inimigos...O que você está esperando? Que tal começar agora !!

Muitas vezes desistimos de quem amamos por causa de mágoas e mal entendidos. Vamos deixar isso de lado, ninguém é perfeito, mas alguém tem que dar o primeiro passo.

Quanto mais amigos tiver, melhor vai se sentir, sabe por que??!!

É bom demais Amar e ser amado é melhor ainda.

Pense Nisso e Construa Pontes ao seu redor.

Recebi este e-mail hoje e achei essa mensagem muito importante, porque atualmente o que mais ocorre entre as pessoas são desavenças. Portanto sejam construtores de pontes!
texto de: Velho Sábio

sábado, 21 de novembro de 2009

Será ele o Judas? e A Reforma Protestante.


Dias atrás estava assistindo a tv cultura (minha irmã diz: -Tv a cabo de pobre!), e esse dia estava passando um documentário sobre a vida de Michelangelo, pintor e escultor italiano da cidade de Florença. Numa certa parte do documentário citou Savonarola, com um certo ar critico, por ter incediado muitos objetos como obras de Boticelli, Michelangelo presenciou as pregações de Savonarola. Curiosa em saber mais sobre esse tal de Savonarola, começei a pesquisar sobre esse homem, prós e contras, depois de muitas informações, tirei minha conclusão. Ele foi um homem que era contra o vício, o crime e a corrupção desenfreada na própria Igreja. Ele teve várias visões, dedicava noites em oração a Deus, e tinha a Bíblia como principal livro de estudo.
O povo de Florença abandonou a leitura das publicações torpes e mundanas, para ler os sermões do ardente pregador: deixou os cânticos das ruas, para cantar os hinos de Deus. Em Florença, as crianças fizeram procissões, coletando as máscaras carnavalescas, os livros obcenos e todos os objetos supérfluos que serviam à vaidade. Com isso formaram em praça pública uma pirâmide de vinte metros de altura e atearam-lhe fogo. Enquanto o monte ardia, o povo cantava hinos e os sinos da cidade dobravam em senal de vitória.
Como todos os que foram contra a igreja católica romana, ele foi enforcado e queimado em praça pública. Cogita-se que Leonardo da Vinci teria retratado Savonarola na sua famosa obra "A Última Ceia" no rosto de Judas Iscariotes.. . Destruíram o corpo desse precursor da Grande Reforma, mas não puderam apagar as verdades que Deus, por seu intermédio, gravou no coração do povo.
Eis alguns precursores da Grande Reforma: Wyclif e os Lolardos, na Inglaterra; John Huss; Os Hussitas, na Boêmia; Arnaldo de Bréscia, Savonarola e os Valdenses, na Itália; Os Albigenses, para cujo extermínio foi criado o sinistro tribunal da inquisição no século XIII.

Dentre os muitos benefícios da Reforma, destacamos:- A absoluta supremacia da Palavra de Deus -
"A Bíblia, toda a Bíblia, e nada senão a Bíblia é a religião dos Protestantes" ;A absoluta supremacia da Graça de Cristo para a salvação do homem. A salvação é pela graça, mediante a fé. Justificação pela fé, somente; o Sacerdócio Universal dos Crentes - direito que todos têm de ler a Bíblia e ir direto a Deus, sem intermediários.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Reunião na Carpintaria


Esses dias estava ouvindo uma rádio gospel. Nessa rádio diariamente o locutor conta parábolas, como Jesus contava. Contar histórias é a melhor forma de ensinar como diz Augusto Cury em um dos seus livros. O nome da parábola contada nesse dia era "A Carpintaria". A parabola era mais ou menos o seguinte:
Um dia, ao sair da carpintaria o Grande Carpinteiro, as ferramentas fizeram uma reunião. O Martelo era o presidente da reunião, até que uma das ferramentas o indagou:
- Peço que o Martelo renuncie, porque ele é muito barulhento,atormenta os ouvidos com esse toc-toc-toc..
E um coral de ferramentas gritavam:
- RENUNCIE, RENUNCIE, RENUNCIE, RENUNCIE!!!!
E o Martelo foi obrigado a renunciar, mas disse ainda:
- Se eu tenho que renunciar o Parafuso também tem, porque ele fica girando, girando, girando, é muito lerdo, ele deve renunciar também!
E Parafuso renunciou... mas complementou:
- Eu saio mas a Lixa também deve renunciar... ela é muito áspera, desagradável, deve renunciar também!
Ela também teve que renunciar mas não ficou quieta:
- Renunciarei então, mas o Metro também deve renunciar, ele é muito metido, tudo é medido com a medida dele mesmo... muito irritante, deve sair!
Derrepente ouve-se um barulho, era o Grande Carpinteiro chegando, todas as ferramentas tomam seus lugares silenciosamente.
E ele entra com uma madeira velha, e pega o Martelo, o Parafuso, a Lixa e o Metro.
Com essas ferramentas lapida a madeira que sai dali novinha.

A lição que essa parábola nos traz é a seguinte: TODOS temos defeitos mas Ele (Deus) não usa nossos defeitos, mas sim nossas qualidades. Na igreja acontece da mesma forma, TODOS teem suas qualidades e seus defeitos, mas Deus usa o melhor de cada um para fazer sua obra.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

O futuro da nação.


Dias atrás estava numa lanchonete com algumas pessoas, fizemos o pedido para a garçonete, ela trouxe... sentimos falta do katchup, e eu fui buscar. Quando voltava vi um menino descalço falando alguma coisa na mesa onde eu estava, logo pensei que deveria ser um garoto oferecendo alguma coisa pra vender.. mas, chegando perto vi que ele pedia um copo de refrigerante. Isso me deixou preocupada, porque o que aquele menino estava fazendo ali, sozinho, descalço... Comecei a pensar no que este menino estava passando, e que muitas crianças estão nessa mesma situação. Perdi totalmente a fome, veio uma angustia tão grande que me segurei pra não chorar, porque ali estavam outras pessoas, e isso seria estranho... porque pra eles não tinha acontecido nada. Confesso que estou sensível esses dias. Mas tudo que envolve crianças me deixa muito mais triste do que o comum. Se as crianças são o futuro da nação, então elas devem ser prioridade. Como já postei aqui dias atrás, há um disperdício enorme de dinheiro.
Que Deus abençoe essas criançinhas!

foto