segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Respirar


Me perguntaram se eu já vi um milagre.

Comecei a pensar, porque eu tinha certeza que já tinha visto um. Não vi, um paraplégico andar, nem mudo falar,  nem presenciei pessoalmente cura de males ou um cego enxergar. Eu não conseguia lembrar qual era o milagre que eu tinha visto.

Então eu disse que não importa se eu já vi um milagre ou não. Deus não vai ser mais ou menos poderoso se eu ver um grande milagre acontecer, não mudaria pra mim a visão que tenho de Deus. Eu sei que Ele faz grandes milagres todos os dias, mas eu sei que eu estar viva é um grande milagre também.

Uma vez quando eu estava na quinta série, o professor de ciências pediu para nós alunos levarmos uma experiencia para a aula. Naquele tempo eu acho que o google nem era o google ainda, e eu não sabia usar um computador. Então, fui pesquisar nos livros, e achei uma simples experiencia muito conhecida, era o seguinte:

Pegar dois refratários sendo um menor que o outro, encher um com água, e colocar o outro depois de cabeça para baixo.

O objetivo era provar a existência do ar.

Era a coisa mais fácil que eu podia fazer, eu li um pouco sobre o ar e apresentei essa experiência fajuta e manjada. Essa experiencia fajuta e manjada me rendeu a liderança da sala. Porque os outros fizeram suas experiências, mas talvez não explicaram sua importância, ou sei lá, talvez o professor deve ter ido com a minha cara.

Ultimamente eu fico me sentindo sufocada com acumulo de pessoas, então, imagine o meu problema com onibus em horário de pico. E num dia desses indo de onibus pra faculdade, eu lembrei dessa experiência sobre o ar, e não pensem que eu vou dizer aquela mensagem que é verdadeira mas todos sabem que é:
Que Deus é como o ar, a gente não ve mas a gente sente e não pode viver sem.

É bonito e muito verdadeira essa frase, mas o que eu quero dizer é que o ar é um milagre, a natureza é um milagre e eu sou um milagre. Eu me interesso pelo ar oxigênio desde sempre. Mas não quero falar sobre ciência, mas sim de fé.

Depois de falar que eu não precisava ver um milagre para a pessoa, eu lembrei de um. Eu detestava exatas, mas consegui uma bolsa integral de engenharia, e já vou terminar o segundo ano de faculdade e não perdi a minha bolsa, isso é um milagre (risos). Agradeço a Deus todo fim de semestre pela graça alcançada, porque já não é fácil pra quem sempre desejou isso, imagine pra quem caiu de paraquedas e começou a se interessar depois, é como eu sempre digo, "são cinco gigantes cada fim de semestre"... ops, agora são seis (disciplinas). É, eu vivo um milagre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário