segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Ó beleza! Onde está tua verdade?

Ó beleza ! Onde está tua verdade?
Inicio e titulo este texto com essa sincera frase de Shakespeare porque é resumo do que penso sobre a beleza. Lembro-me quando minha irmã tinha 12 anos e ela disse ter composto "A música", o nome dessa música era "Beleza Transitória". Esse fato foi cômico, ela dizia ser sua obra-prima, era realmente muito bonito o conteúdo. Ela ofereceu pra um amigo que tinha uma banda, ele falou que era legal, então ela disse: - Custa 1000 reais. Foi mega engraçado, e realmente ela estava convencida de que era a melhor música do mundo. Não sei onde foi parar essa música, talvez em alguma gaveta esquecida, mas ainda não é o assunto principal dessa postagem.
Já citei algumas vezes trechos dos livros de Augusto Cury, para mim é quase que inevitável, porque seus pensamentos se encontram com os meus, e por ele ser mais vivido, suas idéias são mais concretas. Depois de Jesus, e o livro sagrado (Bíblia), é quem mais me influencia, com suas idéias que partem também do estudo da vida e inteligência de Cristo.
Num trecho do livro O Vendedor de sonhos, ele fala sobre a evolução da mulher; a mulher conquistou o direito de voto,  começou a brilhar no mundo acadêmico, cresçer no mundo corporativo, se tornou cada vez mais ousada. Com eficiência, começaram a mudar algumas áreas vitais da sociedade, a introduzir tolerância, solidariedade, companheirismo, afeto e romantismo.
Mas o sistema não nos perdoou pela audácia.
Preparou para nós a mais cafajeste e sorrateira das armadilhas. Em vez de exaltar nossa inteligência e notória sensibilidade, começou a exaltar o corpo feminino como nunca antes na história. Usou exaustivamente  para vender produtos e serviços. Aparentemente nos sentimos bem-aventuradas. Parecia que as sociedades modernas estavam querendo compensar milênios de "rejeição". Ingênuo pensamento.
- Quando as mulheres se sentiam no trono do sistema masculino, o mundo da moda nos aprisionou no mais sutil estereótipo!
Hoje em dia vemos várias garotas em luta constante contra a balança. Hoje tive notícia de uma garota de uma cidade visinha, com dezesseis anos que morreu por excesso de ingestão de anabolizantes. Num dos depoimentos, uma das amigas disse como ela era antes, era magrinha, sem muitas curvas, por isso, insatisfeita, começou a malhar, ingerir anabolizantes, teve mudanças na voz, por causa da testosterona.
Nunca encontrei nenhuma mulher que falasse EU SOU BONITA, mas com profunda sinceridade. Mas nos olhamos no espelho e dizemos: - Eu sou mais bonita do que aquela menina ali. Eu sou magrinha, mas acho as gordinhas tem um algo a mais, não falo das gordurinhas, mas uma graça a mais. Muitas vezes me pego insatisfeita com alguma coisa na aparência, mas sei que isso é uma mentira! Sou perfeita, tenho dois braços e pernas, 10 dedos no total, mesmo os que não teem, não devem se inferiorizar, se tem uma coisa que me deixa mais feliz é quando vejo alguém que supera suas limitações, exemplos é o que não falta, é só olhar ao redor.
Creio que como os séculos passados foram marcados por acontecimentos, o nosso século, será lembrado pela extrema exaltação do corpo feminino (isso se Jesus não voltar antes).
Imagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário