segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Reunião na Carpintaria


Esses dias estava ouvindo uma rádio gospel. Nessa rádio diariamente o locutor conta parábolas, como Jesus contava. Contar histórias é a melhor forma de ensinar como diz Augusto Cury em um dos seus livros. O nome da parábola contada nesse dia era "A Carpintaria". A parabola era mais ou menos o seguinte:
Um dia, ao sair da carpintaria o Grande Carpinteiro, as ferramentas fizeram uma reunião. O Martelo era o presidente da reunião, até que uma das ferramentas o indagou:
- Peço que o Martelo renuncie, porque ele é muito barulhento,atormenta os ouvidos com esse toc-toc-toc..
E um coral de ferramentas gritavam:
- RENUNCIE, RENUNCIE, RENUNCIE, RENUNCIE!!!!
E o Martelo foi obrigado a renunciar, mas disse ainda:
- Se eu tenho que renunciar o Parafuso também tem, porque ele fica girando, girando, girando, é muito lerdo, ele deve renunciar também!
E Parafuso renunciou... mas complementou:
- Eu saio mas a Lixa também deve renunciar... ela é muito áspera, desagradável, deve renunciar também!
Ela também teve que renunciar mas não ficou quieta:
- Renunciarei então, mas o Metro também deve renunciar, ele é muito metido, tudo é medido com a medida dele mesmo... muito irritante, deve sair!
Derrepente ouve-se um barulho, era o Grande Carpinteiro chegando, todas as ferramentas tomam seus lugares silenciosamente.
E ele entra com uma madeira velha, e pega o Martelo, o Parafuso, a Lixa e o Metro.
Com essas ferramentas lapida a madeira que sai dali novinha.

A lição que essa parábola nos traz é a seguinte: TODOS temos defeitos mas Ele (Deus) não usa nossos defeitos, mas sim nossas qualidades. Na igreja acontece da mesma forma, TODOS teem suas qualidades e seus defeitos, mas Deus usa o melhor de cada um para fazer sua obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário