sábado, 19 de dezembro de 2009

O cheiro de Deus

Antes de dormir tenho o costume de orar.
Um dia desses depois de orar, me veio um pensamento em relação ao cheiro das coisas, das pessoas, cheiros que nos trazem lembranças.
Comecei a recordar o cheiro dos cabelos da minha irmã(pequena) quando acordava, eles tinham cheiro de leite.
Lembrei do meu ex-vizinho, menino travesso, gordinho, que vivia correndo, tinha cheiro de suor.
Do cheiro de giz, e de massinha, da escola primária.
Do cheiro dos animais que tive, a minha cachorra Léssie, da coelhinha Xuxa e do meu gato com mútiplos nomes (porque cada um chamava ele do que queria, eu e a Kety chamava de Binks, minha mãe de Chaninho, e o meu irmão (Yuri) o chamava de simplesmente, Gato).
Do cheiro do mar, quando eu tinha uns 14 anos, e andávamos no calçadão da praia: eu, minha irmã (Kety) e a minha prima Thaynara.
Do cheiro do perfume Petit que a minha bisavó Matilda usava.
Do cheiro de livro novo.
Do cheiro de madeira, dos bancos igreja que eu frenquentava.
Do cheiro da cachoeira que percorri KMs de trilha para chegar.
Do cheiro das árvores abundantemente presentes nas ruas de Araçatuba.
Do cheiro do churrasco que o Tio Zé Carlos, que eu almocei, na varanda de sua casa, debaixo de um pé de limão (acho).
Do cheiro de coca-cola do acampamento que fui esse ano.
Tem outros cheiros, mais específicos, de pessoas importantes que passaram pela minha vida.
Depois de recordar todos esses cheiros, me veio uma questão em mente, Deus está tão presente na minha vida, então qual é o Seu cheiro?
Passei dias refletindo nisso, fui na bíblia on line, pesquisei todos os lugares na bíblia onde mencionava algum tipo de cheiro. Encontrei no antigo testamento as ofertas queimadas que eram de aroma agradável ao Senhor; de manjares(Levítico 2), de holocausto de animais (Êxodo 29).
Então, lembrei da musiquinha que ensaiei, quando pequena, que era assim:
"O sol nascente bem cedo aquece o dia,
cantam passarinhos,
manhã dourada,
Maria desolada.. leva seus perfumes."
Esse trecho retrata a manhã que a Maria foi levar os perfumes, como de costume da época, para passar no corpo de Jesus morto. Como nós sabemos, o corpo não estava lá, porque Ele havia ressucitado, como O Próprio tinha anteriormente previsto.
Jesus foi o Cordeiro vivo, filho de Deus, e enviado por Ele para nos livrar do pecado da morte (Romanos 8).
Jesus foi oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave ( Efésios 5. 2)
E Deus nos vê através d`Ele, portanto, somos para com Deus o bom perfume de Cristo  (2 coríntios 2.15).
Digitei, digitei e digitei e não digitei a resposta da pergunta feita.
É como descrever o céu para uma pessoa que nasceu cega.
O cheiro de Deus (se pode ser descrito), é o cheiro de paz, de vida, é o cheiro que você sente quando está em Seus braços, o cheiro de conforto, de esperança. Estava na igreja domingo passado, e pude sentir o Seu cheiro, meio confuso no cheiro do perfume das irmãs (risos), mas consegui sentir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário